O espetáculo Colóquio Dentro de Um Ser surgiu a partir de uma associação entre a análise do texto, a concepção do cenário e uma pesquisa de interpretação corporal. Os atores/bailarinos passão ao público toda a angustia de um ser humano em conflito, não apenas pela interpretação da obra literária de Paul Valéry e Franz Kafka, mas, principalmente, pela expressão corporal e a energia da ação.

Ao despertar do dia, fulano não quer mais ser o que é, ou melhor, não quer mais ser quem é. Em um diálogo interno percebe que este questionamento não é possível. Os seres não podem simplesmente questionar a essência do seu existir, pois acabam despertando em seu corpo diversos mecanismos de defesa que, geralmente, acabam em depressão. Deprimido então, trava um colóquio com sigo mesmo para acordar do estado de torpor e deste antagonismo chega a uma conclusão: “Não existe porquê quando o que se trata é da vida!”.

Temporadas: Brasília - (2001) Centro Cultural Banco do Brasil e na Sala Martins Penna do TNCS e Paraná - (2002) FILO/Festival Internacional de Londrina.

Ficha Técnica
Textos Franz Kafka e Paul Valéry
Direção: James Fensterseifer
Coreografias: Camillo Vacalebre
Interpretação: Leonardo Hernandes
e Rômulo Augusto
Iluminação: Moisés Vasconcellos
Trilha Sonora Original: Marcello Linhos
Cenário: James Fensterseifer
Desenhos do Cenário: Simoni Gueresi
Execução do Cenário: Silvano dos Santos
e Marcello Linhos
Contra-regragem: Damião Santos
e Fred Magalhães
Figurino: Adriana Nunes
Fotos: Dalton Camargos
e Adla Marques
Produção: James Fensterseifer
Logomarca e foto do espetáculo